a usina é um espaço dedicado a profissionais interativos e centraliza tudo que eu, rené de paula jr, produzo sem parar em videos, podcasts, artigos e palestras

mensuração e métricas online

Share
from: Mauro Cavalletti

Amigos do Radinho,

Estou aqui matutando sobre avaliacao de retorno para clientes e gostaria de
saber quem de vcs costuma fazer, em seus projetos, uma avaliacao sistematica
de retorno sobre investimento (ou algum outro tipo)…. —> CONTINUA

10set2001
from: Mauro Cavalletti

Amigos do Radinho,

Estou aqui matutando sobre avaliacao de retorno para clientes e gostaria de
saber quem de vcs costuma fazer, em seus projetos, uma avaliacao sistematica
de retorno sobre investimento (ou algum outro tipo).

Quando fazem, isto eh incorporado oficialmente no projeto?

Acredito q este tipo de acao aconteca mais em projetos de longo prazo, ou
projetos em a agencia/produtora tenha a conta do cliente ou exista algum
contrato de manutencao. Sera q alguem pode dar uma luz?

Valeu,

Mauro

————————————————-

10set2001
from: [email protected]

Oi Mauro, iniciativa corajosa. Acredito que quanto mais veiculamos o
sucesso do que fazemos aos nossos projetos, mais alavancamos o mercado.. Só
quem pode fazer isso é quem tem planejamento efetivo, segurança e
propriedade no que faz. Isso faz com que o mercado web volte a ser levado a
serio pelos clientes e investidores.

Parabens.

Quanto à luz, você tem que determinar quais os parametros de sucesso que o
cliente procura e definir um modo de afericao confiavel, para que voce nao
fique com a culpa de um planejamento mal-feito da parte de marketing da
empresa, porque invariavelmente agencias/produtoiras, etc, levam a
responsabilidade quando o projeto eh fracasso diante da diretoria da
empresa, seja ela qual for. Se calça.

Os parametros tem que ser defoinidos em metricas e timing e dependem do
ciclo de venda do que quer que seja.

Espero ter ajudado um pouco e boa sorte!

————————————

10set2001
from: [email protected]

ola Mauro,

olha, pelo fato de nosso trabalho aqui ser ligado ao marketing
direto, todo projetinho tem logo de cara objetivos bastante
palpaveis, e deles derivam algum tipo de metrica, muitas delas
“offline”. por exemplo: se fazemos uma acao promocional de toyota,
verificamos geracao de leads, visitas a concessionaria, compra
efetiva, e aih ligamos isso as pecas da campanha, que vao de email
marketing a malas diretas passando por hotsites e mesmo
telemarketing ativo.

tudo medidinho, mesmo quando sao acoes pequenas

abracos,
rene

—————————————-

10set2001
from: [email protected]

Mauro,
Estou certo que podemos mensurar por metas e objetivos;
Criaçí o, conscientização ou manutenção da marca
Aprimoramento da satisfação dos clientes (Reduções no atendimento, no ciclo
de venda)
Redução de custos operacionais (Pesquisa, desenvolvimento de produto…)
Novos canais no mercado

( )`ssssss

Gil Giardelli 😉

———————-

10set2001
from: Sonia Grisolia

Oi Mauro,

aqui na wwwirters sempre vendemos um projeto que tenha continuidade. Para
começar nunca falamos em sites, falamos em negócios na web, que inclui o
site mas ele é apenas a pontinha do iceberg e isso fica claro na exposiçao
da proposta.

Desta forma, entendemos que o cliente fica comprometido com os resultados do
projeto depois de implantado. Fazemos, então, avaliações periodicas de
desempenho daquilo que nos cabe, através de ferramentas como webtrends ou
outra qualquer. Também controlamos os cadastramentos feitos e, quando o
projeto comporta outras formas de avaliação, estas são inseridas na analise
também.

Isso nos dá subsidios para inclusive questionar, com base em dados
concretos, a atuaçao do proprio cliente na conduçnao do seu negocio na
internet. Num exemplo bem recente: o teaser da westcoast, que apresenta a
tal calcinha, estamos avaliando quase que de hora em hora o desempenho de
cadastramentos. No projeto completo teremos condiçnoes de avaliar ainda
outras coisas importantes, como os modelos de sapatos que estão agradando
mais os usuários, entre outros recursos.

Mas veja, a inteligência do projeto é humana e foi pensada a partir de
necessidades concretas de informação do cliente. O restante são apenas
ferramentas. A análise também é bem humana. :o) Na hora de pensar a presença
da West Coast na internet, levamos em conta que eles NAO PRECISAVAM de site.
Precisavam, isto sim, de uma estratégia para conhecer o seu mercado melhor e
a internet foi a resposta, utilizada num formato essencialmente promocional.
Na verdade este case é bem interessante, pois tinhamos que criar algo que
gerasse a participação do usuário e, consequentemente, informações sobre o
mercado, mas que não significasse grandes investimentos em infra-estrutura
de atendimento ao site. O resultado foi essa promoçao que entrará em 15 dias
mais ou menos no ar e tem a sua base de avaliação totalmente automatizada. O
unico trabalho da empresa será enviar os premios para os ganhadores a cada
final de mês.

O que eu quero dizer com isso é que, se vc deseja vender ao seu cliente uma
consultoria que avalie desempenho na internet, isso deve ser pensado desde o
primeiro contato. Me parece que a pergunta de 1 milhão de dolares a ser
repondida pelo cliente é: quais são os seus objetivos na rede? O que vc
espera conseguir através dela? A resposta é a base da proposta e do formato
de avaliação e acompanhamento que vc vai sugerir.

Atualmente, nossos maiores clientes são o que chamamos de clientes de
segunda geraçao, ou seja, empresas que entraram na internet e nao tiveram
respostas ou as tiveram incompletas. Na avaliação preliminar, que sempre
fazemos, encontramos, invariavelmente, sites, não negócios na web. Ai, está
o pepino. Foram desenvolvidos sites bem feitos, bonitos, mas que não geram
resultados concretos e mensuráveis nem para a empresa, nem para a produtora.
Logo não há muito o que avaliar ou dizer a respeito…

Espero ter ajudado um pouquinho.

Abraços
Sonia Grisolia
www.wwwriters.com.br

———————————–

11set2001
from: [email protected]

11/9/2001, 05:13

ola’ Sonia,

dah gosto ver o trabalho de vcs aih na wwwriters ir amadurecendo e
tomando tanta consistencia. se vc me permite (e o mauro tb, e todos os
envolvidos) vou publicar esse debate especifico na usina. isso merece
ser compartilhado

abracos

rene’

3 palavras que te dão calafrios

Share
qualquer um de nós tem calafrios quando escuta algumas palavrinhas mágicas, sobretudo em powerpoints de fornecedores, RFP de clientes ou eventos oba-oba. em julho de 2002 os TOP 3 são esses:….

From: rene de paula jr

Date: Monday, July 15, 2002, 6:30:24 PM

pra comecar a semana: mais uma pra serie “3 coisas”

a pergunta eh: quais sao as tres palavras que soh de
ouvir (ou ver em powerpoint, ou ler em artigos) dah
calafrios?”

eu comeco:

  – portal (mega, mini, grande…)
  – interatividade (serve pra qqer m…)
  – “com resultado” (todo mundo eh “com resultados”
agora, embora fiascos sejam um resultado tambem)

pronto. who’s next?
  

=====

r
e
n
e rene
              5511 9127 2665
              yahoo messenger: renedepaula

__________________________________________________

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Andrea Orsolon

Date: Monday, July 15, 2002, 6:34:18 PM

Files: message.htm

I´m in ….

– Break-even
– Ebitda
– Cross-Media

Everything in English …. good and old English … argh!!!!

Kisses

Orsolon

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: fonca

Date: Monday, July 15, 2002, 6:41:58 PMOlha, eu so tenho uma so frase, mas essa e poderosa:

AGREGAR VALOR

ehehehe…abracos

Onca

From: Andrea_Calvino

Date: Monday, July 15, 2002, 7:09:01 PM

Não tenho nada contra nenhuma dessas palavras, inclusive continuo
usando-as. O problema é o mau uso ou usar excessivamente cada uma delas.

Aqui vão:

1) sinergia
2) design orgânico
3) foco no usuário

[]s

Andrea Calvino
Senior Internet Manager
Digital Solutions Group
Wunderman Brazil
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Vinicius Saraceni

Date: Monday, July 15, 2002, 8:12:15 PMessa foi boa renê!
minhas 3:
1. usabilidade

2. titulos de nobreza digital (master “nuggets” certified, etc)
3. “nivel brasil”

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Daniel Mendes de Oliveira e Silva

Date: Monday, July 15, 2002, 10:40:05 PM- portal
– portal
– nova economia (new economy)

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Sonia Grisolia

Date: Tuesday, July 16, 2002, 8:30:19 AMVamos virar uma Argentina?
Alta do dólar
11 de setembro

Smacks
Sonia Grisolia
on 15.07.02 22:40, Daniel Mendes de Oliveira e Silva at neopost

wrote:

===============================
Sônia Grisolia
Diretora da wwwriters Sistemas
www.wwwriters.com.br
Fone: 51 3226 2161
===============================

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Marisa Rechenberg

Date: Tuesday, July 16, 2002, 8:36:24 AMas tres me dao calafrios por motivos diversos, mas que passam sempre pela
inadequacao de uso e a frequencia com que aparecem nas falas hj em dia 🙂

1. gerundismo
2. agregar valor
3. parceria

m.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: rene de paula jr

Date: Tuesday, July 16, 2002, 8:44:22 AMpuuuuutz… bem lembrado, Marisa. o gerundismo eh um

virus que vai estar se propagando vertiginosamente.
vou estar tentando achar alguns exemplos que podem ir
ilustrando essa doenca que, sendo ou nao contagiosa,
vai indo de vento em popa

=====
r
e
n
e rene
              5511 9127 2665

              yahoo messenger: renedepaula

__________________________________________________

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: L i z i

Date: Tuesday, July 16, 2002, 9:13:23 AMOi gente, bom dia! ;o)

minha lista:

– agregar valor
– epistemologia
– marketing

bjos

Lizi

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: telo

Date: Tuesday, July 16, 2002, 9:16:15 AMMarisa, concordo contigo….. agregar valor me dá calafrios…..
ai vão as 3 palavras que me dão nojo….

1. agregar valor
2. polí­tica de resultados…
3. e todas essas siglas malucas.. CRM, ERP,SAP, etc…..

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Daniele Z

Date: Tuesday, July 16, 2002, 9:34:07 AM- risco paí­s
– interatividade (concordo… E à s vezes eu não estou a fim de interagir, saco)
– mercado de trabalho- – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Dennis Ferreira – Orbitall

Date: Tuesday, July 16, 2002, 9:45:18 AMque tal…

1. online
2. offline

3. cross-media?

Dennis Ferreira
Desenv. Produtos Contact Center
Tel.: (5511) 3067-9399
email.: dennis.ferreira

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Paulo Rebêlo

Date: Monday, July 15, 2002, 7:06:52 PMOi,

1. CRM
2. Webwriting
3. “conteúdo diferenciado”

Rebêlo.
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

From: Thomas

Date: Tuesday, July 16, 2002, 9:31:18 PMAtrasado quase off topic mas lá vai:
– relação ganha-ganha (win win);
– parceria de longo prazo;

– cobrança por usuário direcionado para seu site!

=P